• GeoAmbiental Jr.

Agrotóxico na água


Você já parou para pensar o quanto de agrotóxico existe na água da sua casa? Os dois mapas logo abaixo, representam respectivamente, a quantidade e a concentração dos agrotóxicos encontrados na água acima dos limites considerados seguros.




Os mapas são originados de uma investigação realizada em conjunto pela Repórter Brasil, Public Eye e Agência Pública. Os dados que compõem os mapas foram retirados do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), do Ministério da Saúde.


É possível analisar que além do número de agrotóxicos na água por cidade, esses dados também permitem visualizar a concentração dessas substâncias, que é medida em microgramas por litro.


Tendo em vista isso, a reportagem citada, elaborou os dois mapas analisando a quantidade de substâncias consideradas como agrotóxicos em cada cidade do ano de 2014 a 2017 e comparando as concentrações detectadas na água no mesmo período com os parâmetros de segurança estabelecidos pela regulação do Brasil e da União Europeia.


O Sisagua junta os resultados de testes que medem a presença de 27 agrotóxicos na água que abastece todas as cidades do Brasil. Essas informações são enviadas por autarquias estaduais, municipais e empresas de abastecimento. É importante ressaltar que a lei brasileira determina que os fornecedores de água no Brasil são responsáveis por realizar testes na água de seis em seis meses e apresentar todos os resultados ao Governo Federal.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo